• RSS Ultimos Toques…

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Primeiro emprego

É difícil entrar no mercado de trabalho sem ter experiência. Para quem não conseguiu sequer fazer um estágio, então, mais ainda. Mesmo assim, há formas de driblar essa situação. A persistência é uma delas. A repórter Fabiana Scaranzi conversou com especialistas e vai dar dicas de como conseguir o primeiro emprego.

A corrida atrás do primeiro emprego é sempre muito disputada. O último levantamento feito pelo IBGE, em junho de 2007, mostrou que mais de um milhão de jovens com idade entre 18 e 24 anos tentavam entrar no mercado de trabalho. Eles representam 46% dos desempregados.

Quem fez estágio já tem meio caminho andado. Vamos mostrar que existem alguns atalhos para quem não fez estágio e também quer participar dessa competição. “Há outras preocupações que ele deve ter, como, por exemplo, um bom currículo elaborado, uma boa rede de relacionamentos, uma boa apresentação social”, diz Magali Silvestre, especialista em estágio e carreira.

Se você acabou de se formar seu currículo não vai ser vasto, mas deve ser honesto. E não se esqueça de revisar antes de enviar. “Não colocar nada, absolutamente nada no currículo que não seja algo que ele tenha feito mesmo. Cursos de complementação aliados à formação inicial também são muito importantes”, alerta Magali.

Procurar lugares onde sua área esteja sendo discutida e onde as empresas vão buscar profissionais é um bom caminho para formar uma rede de relacionamentos. “Ele pode participar de eventos na área, de congressos por exemplo. Congresso é um bom espaço para entrar em contato com muitas pessoas e muitas pessoas o conhecerem. Ele pode ir a feiras de recrutamento que as próprias universidades fazem, os agentes de integração empresa-escola”, sugere a especialista.

Pesquisas apontam que mais da metade dos jovens consegue emprego através de contatos. Foi o que aconteceu com a Alyne Vieira, de Maceió (AL). Ela foi indicada por uma amiga depois de passar um mês procurando emprego. Hoje ela é assessora de projetos em uma empresa de consultoria em gestão pública. “A amizade facilitou, com certeza, a rede de contatos. Quando o você está precisando sempre tem alguém que pode te indicar. Eu fiz um entrevista, com a indicação dela, e depois já entrei. É importante ter uma rede de contatos. Sempre tem alguém, não só eu, mas outros também precisam e a gente sempre pode estar indicando alguém”, diz.

E vamos às dicas de onde arrumar o inesquecível primeiro emprego, que também valem para quem não fez faculdade, e sim um curso profissionalizante.
– Olhe nos classificados do jornal e em sites na internet;
– Procure empresas de recursos humanos;
– Quadros de empregos nas faculdades e amigos que já trabalham são boas fontes também.

Se você não melhorar o seu currículo enquanto estudava, comece já. Faça uma especialização, estude uma segunda língua, cuide dos conhecimentos de informática. E lembre-se de que todo mundo já passou pela dificuldade do primeiro emprego. O que você não pode é desanimar. Boa sorte!

http://jornalhoje.globo.com/ – Ache esta matéria em:
http://jornalhoje.globo.com/JHoje/0,19125,VOI0-3069-888-308739,00.html

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: