• RSS Ultimos Toques…

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Mas o que é Motivação Mesmo?

Na visão da Gallup Organization, porém, motivação não é o único aspecto que garante o engajamento do funcionário e, conseqüentemente, um trabalho que gere lucros para a organização. O consultor Sergio Pais, aponta que um dos fatores-chave para garantir o engajamento e a motivação é de responsabilidade do gestor.

Aspectos como definir objetivos claros para as atividades de cada membro da equipe, oferecer suporte para eventuais conflitos, elogiar e reconhecer um bom desempenho, estimular o desenvolvimento e alocar tarefas segundo os talentos de cada um são primordiais na conquista do engajamento e motivação de uma equipe. “As empresas devem investir na capacitação de seus gestores – não apenas técnica – mas principalmente na gestão de pessoas”, explica.

As mulheres têm, quase sempre, mais motivação profissional do que os homens. Isto porque elas precisam lutar por seu espaço

 

Fonte: Gallup Organization

 

 

Altos E Baixos

 

Para a consultora de treinamento e diretora da Siamar (empresa de vídeos corporativos), Carla Burlamaqui, a falta de motivação pode, inclusive, ser disseminada na empresa, fazendo com que outros colaboradores também se sintam da mesma forma. “A desmotivação é uma doença grave. Ela causa depressão, síndrome do pânico e estresse. O problema é que uma alimenta a outra, e vira um ciclo vicioso”.

Todo profissional, portanto, precisa entender que qualquer dia normal de trabalho tem altos e baixos que nos fazem entrar numa montanha-russa de emoções, nos leva da empolgação e da satisfação ao tédio e à frustração. “Então, saber lidar com esses sentimentos é a chave para mantermos a nossa motivação”, completa Carla.

 

Motivação Feminina

Segundo o consultor Ryon Braga, diretor da Hoper Educacional, a desmotivação acomete mais homens do que mulheres.

Ele atribui o senso de dever, o nível de organização e responsabilidade como explicações para essa menor incidência no universo feminino.

“Algumas pesquisas mais antigas evidenciaram uma maior resignação da mulher, mas creio que isto já não se aplique mais às novas gerações, que costumam não se conformar com as oportunidades desiguais de ascensão profissional”, explica Ryon.

Já a sócia-consultora da Mariaca Consultores, Irene Ferreira de Azevedo, acredita que a falta de motivação independe do sexo. “Embora ainda exista um número razoável de mulheres que não são totalmente independentes ou que têm tarefas múltiplas (mãe, profissional, esposa), quando o assunto é autonomia, o mundo masculino fica mais afetado em termos de ambiente motivacional”, explica.

 

SAÍDAS EFICIENTES

Diferente do que pensam muitos gestores de recursos humanos, a motivação não pode ser conquistada apenas através de premiações e recompensas. Para Ryon Braga, ela deve ser vista por dois ângulos: o da automotivação e o da heteromotivação.

A automotivação é a capacidade da própria pessoa em se manter motivada em sua profissão. Nesse caso, os elementos que influenciam o grau de automotivação de cada um é a existência de um projeto de vida de curto, médio e longo prazo. “Quem não sabe o que quer terá dificuldade em manter a motivação. Por outro lado, quem tem um planejamento para a vida, sabe que certas atividades profissionais e empregos são apenas etapas necessárias na caminhada rumo a um objetivo maior e tem mais falicidade para manter-se motivado mesmo em situações difíceis”, afirma Braga.

A sócia-consultora da Mariaca Consultores, Irene Ferreira de Azevedo, reforça: “é preciso que as organizações façam com que os colaboradores aprendam sempre algo novo. É necessário dar um sentido maior ao trabalho das pessoas, seja no produto/ serviço final da empresa ou na criação de programas sociais em que o funcionário se sinta contribuindo com seu trabalho para uma sociedade melhor.

Já a heteromotivação se refere a uma outra pessoa tentando nos motivar. É o que as empresas e os departamentos pessoais tentam fazer. “Trabalhar em um local ou em uma atividade em que não se aprende nada de novo ao longo dos meses e anos, é um dos fatores mais desmotivantes que existe”, explica o consultor.

Na heteromotivação os melhores elementos a serem trabalhados são:

1. Possibilidade de ascensão profissional;

2. Tarefas desafiadoras, que exijam muito das competências do funcionário;

3. Remuneração justa e variável em função dos resultados obtidos;

4. O sentimento de ser peça-chave de uma equipe, grupo, ‘família’;

5. Espaço para que os colaboradores da empresa possam ser ouvidos quanto aos rumos da empresa, no que diz respeito às suas áreas de atuação;

6. Maior autonomia para a tomada de decisão relativa às suas atividades profissionais;

7. Ambiente de trabalho agradável, com clima organizacional propício à troca entre as pessoas;

8. Oportunidades de aprendizado sempre constante.

 

 

O Passo-a-Passo da Automotivação:

 

Como você acabou de saber, a motivação está dentro de você, portanto, descubra-a e abuse de seu poder. Independente do ambiente profissional e das pessoas que a cercam, você tem de estar sempre motivada.

 

1- Não fique desmotivada ao receber uma crítica. Ouça, respire fundo várias vezes para manter a paz interior. A crítica sempre é útil. Conheça melhor as emoções, valores e percepções de quem a avalia; e se dê uma chance de uma reflexão na mudança de percurso.

2- Analise seu ambiente corporativo. Não resta dúvidas sobre o fato de que um local profissional ruim pode prejudicar o desempenho e o bem-estar. Temperatura, iluminação, cor das paredes, apelo visual, ordem dos papéis, limpeza, nível de barulho, conforto da cadeira. Se é neste espaço que passamos acordados a maior parte do nosso dia, ele deve ser agradável.

3- Libere-se do passado. Acolha as novas idéias. Busque significado para a sua vida.

4- Integre-se e se entregue. É provado que aqueles que possuem bons relacionamentos se sentem mais felizes. Tente prestar mais atenção às pessoas que a cerca, seus gostos, suas carências. Seja uma boa ouvinte e começará a construir relações verdadeiras. Quem conta com um bom amigo no trabalho apresenta um histórico de segurança maior, melhores resultados em termos da satisfação dos clientes e uma produtividade crescente. Mas relacionamentos são feitos em duas vias, por isso não se economize.

5- Faça uma lista de tudo que você tem, vale incluir os amigos, aquele seu sapato maravilhoso, o cheirinho de café passado pela manhã, o passarinho que canta na sua janela, um perfume que você comprou.. o seu trabalho, aquela parte do seu corpo que a faz tão diferente. Ao terminar a lista, leia e releia e veja quão sortuda é.

6- Pegue uma folha de papel, desenhe uma nuvem, como aquelas de pensamento de desenho animado, e cole imagens que signifiquem o que você pretende alcançar neste ano.

Cole esta folha num lugar que você acesse regularmente. Serve para focar os seus desejos e para lhe dar forças para ir buscá-los.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: